Manual de desenhos para colorir de acordo com faixa etária

0

Já foi comprovado em estudos científicos mais de uma vez que o desenhos e colorir são atividades fundamentais para bom desenvolvimento infantil. É um estimulante para que as crianças desenvolvam uma série de competências  , coisa que futuramente faz muita diferença na hora de expressar-se, fazer contas e para desenvolvimento da lógica.

A função dos pais nesse processo é estimular as atividades e dar toda a orientação necessária, claro que tem alguns critérios que podem ajudar para que os pais não atrapalhem achando que estão fazendo a coisa certa. O primeiro ponto, por exemplo, é não corrigir as cores ou formas, sabe aquele rabisco inatendível que o filho mostra e diz: “olha, um jacaré!” não discorde ou corrija, aceite isso é perfeitamente normal e faz parte da percepção do mundo. Aos poucos a criança desenvolve o senso crítico necessário para aperfeiçoar os traços.

160-crianca-pintando-livro-de-colorir-1

Confira o manual de desenhos para pintar mais adequados de acordo com a idade de cada criança

18 meses

A criança fará rabiscos e não sabe respeitar as delimitações de espaço. Motrará a todos o resultado de sua “obra” e é importante que os expectadores saibam elogiar ou responder positivamente. A coordenação motora a esta idade é muito precária. Nessa etapa a curiosidade pelas paredes, revistas é um ótimo local para rabiscos.

2 anos de idade

Percebe-se a relação entre rabisco e movimento das mãos. As cores são muito importantes nesse processo, tenha sempre lápis de cor e tinta em casa pra realizar desenhos na folha em branco ou colorir

3 a 4 anos

O desenho começa a ter relações verdadeiras com a realidade. A criança sente necessidade de representar as coisas como elas realmente são, o pai e a mãe são o principal tema de desenhos.  Os desenhos de colorir nessa etapa são ótimos para lhes ajudar a desenvolver percepção de formas.

5 anos em diante

Começa a ser mais detalhado e com mais coisas. A apuração de detalhes deve ser estimulada, questionar o filho ou filha sobre alguns detalhes sempre de forma positiva: porque você não tenta fazer botões na roupa dele? E aquele arbusto ali? sempre questionando e nunca corrigindo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *